Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A Devida Comédia






Para aumentar de tamanho, clicar quando no cursor aparecer "Ler em ecrã inteiro"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Albergaria-a-Velha.

por alho_politicamente_incorreto, em 31.03.12

Moinhos abertos em

Fontão e Vilarinho de S. Roque

 

Nos dias 31 de março e 1 de abril, o Município de Albergaria-a-Velha assinala o Dia dos Moinhos Abertos de Portugal, uma iniciativa organizada pela Rede
Portuguesa de Moinhos, com o apoio da TIMS, Sociedade Internacional de Molinologia e da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Deixem-me rir antes que.. chore!

por alho_politicamente_incorreto, em 30.03.12

Gasolina sobe para

novo máximo na

próxima semana

 

O preço da gasolina em Portugal volta a subir na próxima semana em cerca de dois cêntimos e nunca foi tão caro.   

Nos postos dos Mosqueteiros "a tendência da próxima semana será para uma descida do gasóleo na ordem dos 0,007€ e de uma subida de 0,0156€ na gasolina", disse ao Económico fonte da empresa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Revisão da Estrutura Curricular

- versão final

Para aumentar de tamanho, clicar quando no cursor aparecer "Ler em ecrã inteiro"

Autoria e outros dados (tags, etc)

Crónica.

por alho_politicamente_incorreto, em 26.03.12

Que futuro?

Com ou sem legumes?

 

Texto de JOSÉ MANUEL ALHO

Publicado aqui

 

Agasalhada por um sol que afaga e protege, Inês percorre as páginas mais recentes da sua vida como quem já não precisa de metáforas ou demais eufemismos para aceitar que, desta feita, as circunstâncias parecem ter superado a sua até então insubmissa vontade.

Exilada na rudeza do molhe cúmplice de outras marés, de tão enriquecedoras mutações, a sombra projectada por uma luz que não escolhe enquadramentos de conveniência sanciona a gravidade do momento: de ombros caídos e com os cotovelos ancorados nas pernas, é com o olhar firmado no infinito azul de um horizonte providencialmente sereno que se entrega à autenticidade dos sentimentos que lhe percorrem a alma.

Está cansada. Um esgotamento físico confirmado por uma exaustão anímica que há muito lhe embaraça os movimentos e até o pensamento. O zunido agreste de um vento que não conhece esquinas liberta-lhe os cabelos que se amarram a um rosto cerífico. Empedernida, é o mar que sublima o impacto deste capítulo nunca vivido. Na solidão dos seus pensamentos ondulantes, entrega-se aos perigos de um recolhimento sem destino. O leme outrora racional foi abandonado para que os ventos da emoção ditem, sem fundamento ou intenção aparentes, novos rumos onde fundeie esta desgovernada frota de sentimentos soprados por ventos contrários.

"Desenganem-se os corações mais clementes, pois esta missão, a que se amarrou com tonto desvelo, não conhece oceanos e continentes. O jovem casal há muito que poderá comparar-se a um par de marinheiros enclausurado numa opressiva nau de guerra em tempo de abastada bonança. De que lhes vale o mundo se os limites se finam às águas que envolvem aquela embarcação sem permissão para desamarrar?

Casada há meia década com Fábio, com quem partilha a paixão por uma cozinha verde, pensada e servida para ser consumida pelas massas, desde cedo enfrentou a oposição cega e militante da sogra, a toda poderosa Constança. Sim. Poderosa. Foi do seu porto, que nunca conheceu valias inferiores a sete dígitos, que veio o financiamento para tanto arrojo. A contra gosto, que tantas vezes assinalou com laivos de praga lançada à jovem tripulação, lá disponibilizou a maquia tão reclamada pelo filho único que trata com desmesurada proximidade maternal. Na viuvez, à falta de melhor estímulo, parece ter encontrado a motivação a que se entregou com intrépida determinação missionária: ser mãe.

Desenganem-se os corações mais clementes, pois esta missão, a que se amarrou com tonto desvelo, não conhece oceanos e continentes. O jovem casal há muito que poderá comparar-se a um par de marinheiros enclausurado numa opressiva nau de guerra em tempo de abastada bonança. De que lhes vale o mundo se os limites se finam às águas que envolvem aquela embarcação sem permissão para desamarrar?

Inês nunca foi tratada pelo seu nome próprio. Inexplicavelmente entregue ao pronome (im)pessoal que a identificou como sendo “ela”, aceitou tão soez desconsideração com a sincera esperança de um dia, à custa de muita paciência e humildade, lograr impor-se pelo mérito e acerto da sua conduta. Nada disso. A realidade rapidamente se encarregou de desfazer quaisquer veleidades. “Ela” veio, entrou mas jamais conhecerá a estima de ser “a Inês”.

Nos meses mais recentes, e a pretexto da crise que ainda não chega a todos, Constança tem espaçado cirurgicamente os seus financiamentos cuja necessidade se acentuou pela diminuição da clientela, obrigada também ela a precaver-se dos ataques de IVA e afins. Sentindo-se ainda mais crucial para a sobrevivência da atrevida empreitada de Fábio, tem aproveitado para em tudo se imiscuir. Se não é com o pessoal, é com as cortinas ou com as toalhas de mesa que só agora mereceram severos reparos. A cada dia, uma crítica quase sob a forma de condição para nova e suada “contribuição”.

Num tom que singulariza as almas pequenas, tem concentrado baterias na opção de conceber uma ementa exclusivamente à base de legumes. Tem desfiado um rosário de comentários depreciativos, entre censuras mais ou menos veladas, com destinatário certo: Inês.

À noite, nos momentos de integral cumplicidade, o casal tem comentado esta crescente intromissão da matriarca, que julgava passageira e fruto de fatores inócuos. Contudo, a pronunciada ingerência de Constança tem – sabem-no os dois – ultrapassado os limites do aceitável no tom e na forma. Ainda assim, Fábio tenta enquadrar a questão numa perspetiva mais conciliatória e desculpabilizante, mas Inês tem alertado o marido para a necessidade de se clarificarem, de uma vez por todas, papéis e intenções.

Há dias que a nora parece encarnar uma pilha de nervos. Hoje, num momento em que estaria a debater-se com a necessidade de batizar uma nova sopa acabadinha de confecionar, à base couve lombarda, feijão encarnado, cenouras, cebolas e grão, atirou inocentemente para o chef:

- Vai chamar-se Sopa da Sogra!

Não se tendo apercebido que Constança estaria a poucos metros de si, foi com espanto que se deparou com ela mal se virou para enxaguar as mãos. Surpreendida, a jovem logo tentou justificar a sugestão, enfatizando a ausência de “maldade ou de segundas intenções”. Mal ou bem, a sogra pressentiu poder usufruir de um pretexto para algo maior pelo que disparou:

- Para mim, acabou! Foi a gota d’água! Já basta o que basta!

Sem tempo para outras palavras serem pronunciadas, bateu em retirada numa coreografia visivelmente dramatizada.

Não tendo compreendido o que se havia passado, Fábio acabaria por responsabilizar Inês por esta altercação forjada por uma mãe celibatária. Estalara o conflito e a discussão entre ambos redundou numa fuga de Inês.

De volta ao mar que aceitou a encargo de confessor mor desta mulher partida, as dúvidas parecem borbulhar com dolorosa pertinência. Afinal, o que fazer? Reatar ou romper? Que futuro para aquele restaurante fundado para promover uma alimentação… verde? Com ou sem legumes? E eles? Com ou sem Constança?

José Manuel Alho

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um aniversário

com muita energia

 

Mais de 650 Albergarienses aceitaram o convite para participar na festa do primeiro aniversário do Centro Municipal de Marcha e Corrida (CMMC) de Albergaria-a-Velha, na manhã de 18 de março, tendo enchido os vários espaços do Pavilhão Municipal, que disponibilizaram atividades, de participação gratuita, para todos os gostos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Em Albergaria-a-Velha.

por alho_politicamente_incorreto, em 25.03.12

Mais de 300 participantes

em Encontro de Natação

 

Na tarde de 17 de março, 310 crianças e jovens de sete Escolas de Natação – Albergaria-a-Velha, Anadia, Cerciaz, Espinho, Estarreja, Oliveira do Bairro e Vale de Cambra - participaram no IV Encontro de Escolas de Natação do Município de Albergaria-a-Velha, que teve lugar na Piscina Municipal da Branca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Biblioteca Municipal celebrou

Dia Mundial da Poesia

 

No Dia Mundial da Poesia, a Biblioteca Municipal foi palco da cerimónia de entrega dos prémios do III Concurso de Poesia que, este ano, girou sobre o tema “generosIDADE - o caminho para a solidariedade entre gerações”, uma forma de celebrar o Ano Europeu do Envelhecimento Ativo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O que pensar?...

por alho_politicamente_incorreto, em 24.03.12

Jornalismo. Fim das notícias

em papel está marcado

para o ano de 2027

 

Todos os jornalistas com mais de 50 anos podem respirar de alívio pois, quando chegarem à idade da reforma, 65 anos, muito provavelmente já não irão assistir por dentro ao fim do jornalismo em papel, ontem vaticinado pelo catalão Jaume Roures, fundador da Mediapro, um grupo espanhol de comunicação social.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dolorosamente previsível.

por alho_politicamente_incorreto, em 23.03.12

Morte de Whitney Houston

por «afogamento» e

«consumo crónico de cocaína»

A morte da cantora Whitney Houston foi provocada por afogamento, concluiu o relatório ao corpo da artista revelado hoje pela polícia de Los Angeles, que apontou também doença cardíaca causada pelo uso continuado de cocaína.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/11



Mais sobre mim

foto do autor


Google Tradutor


Repto


No meio da rua...


Alhadas passadas

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Assinantes de feed

ASSINE NOSSO FEED

Feed

Gadget by Feed Burner modificado por bloggerenciado

Links

Educação

Outros BLOGS

Recursos